Amor ou Ilusão 9

Um conto erótico de Mrpr2
Categoria: Homossexual
Data: 10/06/2019 23:10:46
Nota 9.75

Meu nome é Flavio sou um timido rapaz homossexual que apesar de jovem passei por momentos turbulentos em minha vida, mas que no momento estou vivendo uma deliciosa aventura. Conheci Alexandre um belo e envolvente corretor de imóveis ontem foi nossa primeira vez juntos e foi maravilhoso.

Acordei relaxado e feliz depois de uma deliciosa noite de amor. Alexandre me olhava com um brilho nos olhos e um belo sorriso, apesar da imagem maravilhosa de acordar com um deus grego daqueles me contemplando dormir confesso que foi um pouco estranho, apenas pelo fato de não ser acostumado a acordar junto com alguém.

Levantamos e como dito no conto anterior novamente transamos, mas agora sob o chuveiro ja que acabamos dormindo após o sexo na noite anterior não nos lavando após isso. Após mais uma sessão de carinho íntimo nos lavamos, nos vestimos no quarto, deixei Alexandre vendo as inúmeras mensagens que vibravam loucamente em seu celular enquanto fui a cozinha preparar um café da manhã reforçado ja que eu estava faminto e provavelmente Alexandre também.

Coloquei a agua no fogo para fazer o cafe, aproveitei para responder minha amiga Alice dizendo que tinha acontecido e foi maravilhoso, Alexandre tinha sido muito carinhoso. Por mensagem Alice respondeu que estava muito feliz por mim e para eu aproveitar o máximo.

Fui procurar algo para acompanhar o cafe so então percebi que não tinha nada mais que algumas poucas fatias de pão de forma, coisas de quem mora só, se compra muito perde, se chega alguem não tem.

A agua ferveu e fui colocar os ingredientes açucar, cafe e coa lo

Alexandre chega por tras me envolvendo em seus braços fortes passando a barba em meu pescoço e beijando minha orelha.

_ Me desculpe meu amor estava respondendo algumas mensagens importantes, mesmo no fim de semana não me deixam quieto.

_ Muitas mensagens ne?

_ Sim, clientes, o pessoal da agencia, amigos...

_ Nossa vou ter que dividi lo com muitas pessoas hem?

_ Claro que não, sou seu! Todo seu meu amado!

Mais carinhos e beijos em meu pescoço alem de um volume roçando em minhas costas. Alexandre estava apenas de cueca.

_ Hummm que cheirinho bom!

_ Amo café!

_ Dois, porque eu tambem sou viciado nisso, alem de você é claro!

_ Bom me aguarda um momento que vou a padaria porque...

_ Deixa eu adivinhar, não tem nada!

_ Exato!

Respondi envergonhado com a face rubra. Alexandre soltou uma gargalhada fiquei mais envergonhado ainda, mas ele disse afagando meus cabelos e colocando minha face em seu peito, quente, peludo e cheiroso.

_ Amor, não se preoculpe você mora só e isso é mais que normal isso se nao tivesse um monte de pão duro na dispensa. Vou a padaria e ja volto.

_ Não, pode deixae eu...

_ Nada disso eu insisto!

Alexandre me beijou a testa , um selinho em minha boca e foi para o quarto se vestil e dizendo volto logo saiu.

Peguei meu celular e varias mensagens de Angelo:

/ANG/Ai viadooooo! Agora sim senti firmeza hem ou melho você sentiu kkkk (carinhas safadas, berinjelas, e carinhas sorrindo)

/ANG/ Conta tudo! Não me esconda nada!!!

/ANG/ Nada mesmo, principalmente os detalhes sordidos!!! ( muitas carinhas safadas e de dedos)

Respondi por mensagens:

/RAF/ Sim safado Alexandre e eu transamos e foi muito bom!

/ANG/ Delicia!!! A-D-O-R-O!

/RAF/ simbolo de joinha.

/ANG/ Joinha o cacete viado! Quero detalhes!!!!

/RAF/ Transa é transa Angelo! quer putaria vai no x videos!

/ANG/ Aff vou nem comentar!!! Hoje mais tarde conversamos sr Rafael!

Lavei algumas coisas que tinha na pia coloquei a garrafa de café na mesa e fiquei aguardando.

Logo Alexandre chega com um bolo de chocolate pequeno, pão, roscas e frios.

_ Alexandre, seu louco!!! Para que tudo isso?

_ So na padaria me dei conta que não sabia o que você gostava de comer de café da manhã, decidi trazer um pouco de cada.

_ Percebi mesmo, quase toda a padaria.

_ Não, so a metade a outra metade deixei pro cafe da tarde!

Rimos, nos beijamos e tomamos café. Fomos para a sala coloquei um filme para assistirmos Alexandre sentou se no sofa e eu sentei ao seu lado.

_ Deita aqui!

Disse Alexandre batendo a mão em seu colo e assim o fiz. Alexandre enquanto via o filme acariciava meus cabelos, minhas costas e era tão bom. Eu estava realmente me sentindo amado, protegido e não queria que aquilo nunca acabasse.

_ O que acha de fazermos um paceio no parque Dois Corações?

_ Hoje é Sabado, vai estar lotado.

_ O que tem? Tem vergonha de andar em publico com seu namorado?

_ Namorado?

_ Sim Namorado ou você so quer abusar do meu corpinho?

Perguntou Alexandre passando a mão no peito de cima para baixo.

_ Não! É que você.... Quer dizer eu não pensei que você... Você nem me pediu e...

_ Hum então eu tinha que fazer um pedido formal?

_ Não! Claro que não eu só... Ai desculpa!

_ Mas então quer vir ou não? Eu adoraria ser visto em sua compainha andando pelo parque.

_ Eu tambem!

Alexandre afagou meu rosto e aproximou o seu do meu me beijamos e em seguida fomos ao parque.

O Parque Dois Corações era uma enorme area verde construida bem no meio da cidade que levava o mesmo nome Dois Corações, contava com três lagos e varios jardins que se uniam formando um imenso jardim com belissimas flores nas mais variadas cartelas de cores, arvores e arbustos. Cada jardim foi projetado independente, cada um tinha sua caracteristica, suas flores e cores. Alem das plantas existiam ainda uma area dedicada as crianças com brinquedos, um local para exercicos fisicos, uma area para shows e eventos mais no meio do parque varias barraquinhas espalhadas onde se vendiam alimentos e brinquedos e nas três entradas tinham bares e lanchonetes mais equipados e na entrada prinvipal ficava o melhor restaurante da cidade o Prince's garden.

Alexandre e eu entramos no parque e começamos a caminhar e a converçar. O parque era rodiado por uma pista de corrida e era cortado por elas tambem e la era comum os moradores irem fazer corrida la.

Confesso que no inicio era meio dificil para mim estar andando ao lado de Alexandre, parecia que todos que estavam no parque nos olhavam, mais que isso nos observavam. Quando alexandre segurou minha mão então era como se eu quisesse que o chão se abrisse ali mesmo para que eu me escondesse.

_ Nossa que mão gelada amor! Esta tudo bem?

_ Sim esta!

_ Esta com medo?

_ Não sei se medo é a palavra certa, so estou...

_ Esta pensando no que te aconteceu antes, mas ja disse que não vai se repetir. Eu estou com você agora e vou te fazer o homem mais feliz do mundo!

Disse Alexandre me levantando do chão e rodando comigo.

Alexandre era assim, não so bonito, era charmoso, impulsivo, intenso, carinhoso, como não se apaixonar?

Andamos e tiramos fotos em varios locais dos jardins, lagoas, nas pontes, dando comida aos peixes, patos, observando os miquinhos, a hora voou e nem percebi que completamos a volta no parque e ja na hora do almoço.

_ E então aceita almoçar comogo no Prince's Garden?

_ Não vai furar dessa vez?

_ Pode me amarrar se quiser!

Disse Alexandre colocando as mãos uma ao lado da outra de punho fechados com braços esticados.

Se fosse um sonho eu não queria acordar eu estava no melhor e mais bonito restaurante de Dois Corações sentado em uma mesa com uma belissima vista de um jardim maravilhoso, com um belo, charmoso e carinhoso homem, comendo uma deliciosa massa acompanhada com um saborosissimo vinho tinto suave.

_ Me perguntou uma vez o que eu via em você e para mim você é tudo o que sempre procurei. Sua idade para mim é perfeita neste momento para mim. Sempre me relacionei com homens mais velhos, mas agora queria alguem jovem e você apesar de novinho tem todas as qualidades que gosto nos homens mais velhos.

_ E percebeu tudo isso nesse pouquíssimo tempo e curtas conversas que tivemos?

_ Atraente e timido percebi desde o primeiro momento.

Fiquei corado ao ouvir isso.

_ independente, trabalha, tem seu próprio apartamento, mora sozinho, tudo isso na sua idade mostra que é alguém maduro, consciente e trabalhando em callcenter com certeza um ótimo administrador por que o salário não é dos melhores.

_ Hum perspicaz, realmente as vezes me sinto um artista de circo tendo que fazer malabarismos, contorcionismo e mágica com o dinheiro para chegar ate o fim do mês com contas pagas e comendo todos os dias. Por sorte venho conseguindo.

_ Sorte não, competência! Sorte seria se conseguisse isso por um mês, por anos é bem mais que isso!

Ouvindo aquelas palavras e ao mesmo tempo refletindo sobre minha vida percebi de Alexandre tinha razão e me senti um máximo, estava orgulhoso de mim mesmo, não que eu não soubesse daquelas coisas, mas observando todo aquele conjunto de coisas realmente não é qualquer um que na minha idade que faz.

Aquela conversa, o vinho, o clima, as carícias de Alexandre mesmo que discretas tipo um acariciar em minha mão, passar a mão em meu braço, ombro, costas e cabelos, mesmo que rapidamente, tudo estava me deixando muito excitado. Talvez por ter ficado muito tempo sem ninguém realmente eu estava na seca e quem gosta do mel tendo um favo completo daquele em sua frente quer mais é se lambuzar então voltamos para meu apartamento caminhando ja que era bem perto dali e ainda bem pois estávamos, quer dizer eu estava um pouco alto pelo vinho, Alexandre parecia normal, mas como ele também havia bebido foi otimo não termos ido de carro.

Mal fechamos a porta de meu apartamento e como que lendo meus pensamentos Alexandre me beijou, me beijou intensamente chegando a me prensar na porta usando seu corpo quente.

Que homem! Que macho! Que língua havida! Seus lábios macios, sua barba roçando em meu rosto meu pescoço, sua mão alisando minha cintura me causavam arrepios.

Na outra mão Alexandre segurava a garrafa de vinho que não tínhamos terminado no almoço que na verdade era a segunda. Apenas com o dedo ele conseguiu, não me pergunte como, jogar longe a rolha destampando o vinho bebeu um gole no próprio gargalo da garrafa e voltou a me beijar com aquele sabor quente do vinho em sua boca. Me deu vinho quase engasguei talvez eu ja estivesse bêbado o suficiente. Derramei vinho na camisa, que logo foi retirada por Alexandre que foi me levando para o quarto me despiu e me jogou na cama derramava vinho em minha boca e me beijava em meu peito e me lambia. Era louco, era bom era novo era surreal e so sei que estou amando viver isso!

Continua...

Autor: Mrpr2

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/06/2019 06:41:20
Demais como sempre
11/06/2019 10:39:56
Está tudo indo bem, só espero que o Alexandre não seja como muitos que enganar e depois jogam fora como lixo. conto nota mil.
11/06/2019 07:05:27
Viver pleno viver em.paz tudo que se pode agradecer esse momento
11/06/2019 02:29:27
TUDO MUITO COR DE ROSA, TUDO MARAVILHOSO. PELO MENOS POR ENQUANTO. RSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Online porn video at mobile phone


contos peidos meninas pornoxsvidio.nao.ta.abrindo.atelaEdufera cintosnovinho cabaco de 15 menino sendo pego pelo tiozaocasa dos contos meu cachorro comeu minha maeQuero ler contos homem fudendo coroa de baby dollsexo os homems enfiam a pingola deles dentro da mulher e vai soca soca e vai socando video que da pra abrigostosaginecologistaxvideo garda levano varias gozadacontos eroticos fiz chantage a minha mae e comi seu cusinho sem ela quetervideos etero penis glosso masturbandoxvideo chiar a cunhada no banho e comendo nelapatricinha comida pelos negoesconto "duas virgens" enteadaContos eróticos de brasília comendo o cu da minha tiahomen batendo punheta nbanho e gemendo gostosoConto erotico fui cagar na moitaTufos sacana carlinhos lambendo buceta da maepornodoido meu pai me consola depois deu chorarpornô doido um pau inacabavel para elavideo mulher peito duro lavano carro pornoxvodeo comendo tia rabadagozei minha mãe é adotada saia tio transamos noite toda voz diasbundudinha enroscou o s do cu na cabeça do pauela so goza cagando e gritandocontos erodicos de primos sendo extrupado pelo lekPorno homem transando com outro homem a ter sair sangue kevinho no meioacampando contos eroticosconto erotico n puque esconde comi o cu da menina.que se escondeu comigoconto erotico onibus lotadoconto erotico velho taradoporno ladrão forçando dona de casa a fazer anal forçadofeminização gayespiritual com.net padrasto contos eróticoscontos erotico pai estupra filha com ozaimicontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgex videos casada safada dando para padrinhode casamentoconto erotico coroa buraco na paredeloirassa rabuda contos eróticos videos de sexo gay imperador sendo puta dos guardas do palacionovinha curiosa sarrou ate ser fudidapai dei abucetaiconto erotico de neto vai morar com a vovó e mete nelabumda ounda Grande de saimha legue e meia bunda trwnsandodescabaça. abuceta com udedo. ou naosobrinho legging belladona encoxando xvideos contosContos.encesto.mae.silmentahttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branquelotaradona nivinha loca pra dar oacuzin mas o pausudo nao esta dando conta de te comer num enta o cacetexxvideospauzaofedemo com 1minutodona margarida metendo gostosoporno irserto mãe ajuda patrasto estrupa o cu da emtiadaminha mulher fodemdo com e olhando para mim com cara de safada gemendo gritando e chamando dizendo ta bom corno corninho ta vendo tua mulher semdo comida fudidaContos eroticos velhosMathz - CASA DOS CONTOS EROTICOSela aregacou meu pau e depois chupou pornodoidoconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadoputona sendo rasgado no cu pica gggcontos pornos cuidei de mamaesenti um bafo quente na buceta zoofiliaas novinha de fazendeiro que dá 10 as novinhas fazendo dele para pegar vídeos cabacinhacunhado breja a cunhada no banho e fode elaencoxada as escurassarra no pau de calça jeanswww.xvideogravei/escondidocontos eiroticos leilapornenprezaria comendo epregado xvideoO lutador e o loirinhohttp://comto erotico onibus lotado encostando pau na bunda menina virgemcontos eroticos real casada timida gang bangxvideos shantageou a irmã,gostosavídeos grátis novinhas akita gritando de dor ao ser penetradacarolzinhatrepanocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorge