Meus filhos tarados foderam minha nova esposa! Parte 1 (CONTO DO TETE)

Um conto erótico de TETE
Categoria: Grupal
Data: 22/04/2019 11:29:25
Última revisão: 20/05/2019 10:39:43
Nota 10.00

Sexo é uma muito louca e totalmente imprevisível quando o tesão pega de verdade, não tem nada que consiga frear os desejos que a nossa mente faz com que tudo seja permissivel e aconteça sem nenhum controle.

Oscar é meu nome e desde adolescente a palavra sexo tinha um significado muito forte para mim e a curiosidade em tudo que se relacionasse a isso me interessava totalmente e por esse motivo eu corria atrás de toda e qualquer safadeza que surgia diante dos meus olhos ávidos e inquietantes.

Minha iniciação sexual foi incestuosa porque aconteceu com uma tia divorciada que adorava transar com garotos novinhos e quando fui visitá-la em sua casa em uma tarde a safada quando perguntou se eu ainda era virgem e todo sem graça confirmei que sim ela me levou pro banheiro e depois de um belo banho tirou minha virgindade total.

Luiza minha tia me ensinou tudo que um garoto precisa aprender e claro que viciei em visitá-la quase toda tarde e logo descobri que eu não era o único macho novinho a quem a puta dava aulas intensivas de sexo e quando resolvi perguntar-lhe sobre os outros garotos ela se mostrou “durona” dizendo que não queria saber de dar satisfação a ninguém sobre suas aventuras sexuais deixando bem claro que gostava de ter um harém de machos prontos para satisfazê-la e se algum inventasse de reclamar ela o dispensava no ato.

Percebi que se quisesse continuar a foder uma buceta, um cuzinho e uma boca deliciosa chupando meu pinto teria que aceitar quietinho as putarias de minha tia tarada e não mais toquei no assunto e logo a tarada notou que eu era bem pervertido também porque em uma tarde que estava nadando na piscina do clube junto com um colega do colégio a tia Luiza apareceu por la e ao me ver veio me cumprimentar e não demorou pra safada perguntar quem era o amigo que estava comigo e na cara dura sugeriu que levasse o garotão pra fazer uma visita a ela qualquer dia.

Heitor era um ano mais velho que eu e bem tarado também porque quando toquei no assunto visitar minha tia todo safado comentou que ela era uma gostosa e no outro dia levei-o comigo e tive uma surpresa porque minha tia toda safada já o agarrou e quando meu amigo ficou pelado vi que ele tinha um pinto bem maior e mais grosso que o meu e a putaria rolou ali na sala mesmo e deu pra notar que tia Luiza gostou muito de dar pra ele porque gemia alto gozando gostoso.

Gostei de assistir meu amigo fodendo a puta da minha tia e entrei na safadeza sem me preocupar muito com a diferença de tamanho dos nossos pintos e tia Luiza chupou meu pinto e o pintão dele e enchemos a boca tesuda dela de porra quentinha.

Com certeza tia Luiza e a maioria das mulheres gostavam de pintos grandes fodendo a buceta e o cuzinho das safadas e percebi que teria que conviver com o tamanho pequeno do meu pinto e também descobri que já tinha sido transformado em corninho manso desde a adolescencia.

A grande maioria dos meus amigos que vi pelados tinham pintos maiores que o meu e também havia alguns de tamanho cavalar como um mulato entregador de pizza que assisti fodendo minha tia. Pensei que a puta ia desmaiar de tanto gozar no pintão do cara... tia Luiza comentou que tinha 22 cms e muito grosso e o taradão comeu a buceta e o cu da safada sem dó e ainda deu uns tapas na bunda dela e a maluca gozou que nem louca.

Se minha tia gostava de um pintão enorme e grosso socando com vontade na buceta dela eu também adora assistir aquelas trepadas tesudas e gozava gostoso me masturbando e se deliciando com a safada rebolando e gozando como uma cadela no cio.

Tia Luiza era uma ninfomaníaca sem limites, dava pra todos que a olhavam com desejo e por ser uma mulher muito bonita de 34 anos sempre tinha uma fila de machos querendo se aproveitar de seu tesão incontrolável.

Depois de todo treinamento intensivo de putaria com minha tia tarada fiquei mais confiante e até arrumei algumas ficantes, mas também percebi que a maioria delas se interessavam por mim pela aparência, eu tinha um rosto e um corpo bonito pelos padrões de beleza só que as putinhas também tinham a mesma predileção por pintos grandes como minha tia puta e depois de duas ou três trepadas me “abandonavam”.

Apesar de ficar chateado em constatar essa tremenda discriminação quanto ao meu “pinto pequeno” vi que não adiantava ficar reclamando e continuei em frente sempre tentando pegar todas as garotas que cruzavam a minha frente e quando alguma caia na minha rede eu socava meu “pintinho” tesudo em todos os buraquinhos das putinhas.

A vida seguia e aos 20 anos em um show sertanejo conheci Beatriz uma morena de pele bem clara um ano mais velha que eu e depois de convidá-la a comer um lanche numa lanchonete no recinto ficamos batendo papo e após o termino da apresentação fui levá-la até sua casa.

Fiquei todo interessado naquela garota completamente diferente de todas que havia saído até aquela data, além de linda e muito sensual com um vestido longo com uma fenda generosa nas coxas Beatriz era bem mais alta que eu e com estava de salto alto a diferença de altura era ainda maior e quando comentei sobre isso ela sorrindo comentou que sempre teria esse tipo de problema, ela tinha 1.82m e adorava usar salto alto pra deixar seu bumbum bem empinado que era a parte do corpo que ela mais gostava e toda safada disse que gostava de homens baixinhos, eu tenho 1.70m, porque se precisasse brigar ela podia sair no braço com eles.

Quando parei meu carro em frente de sua casa apesar de um pouco receoso pelo tamanho daquele mulherão resolvi tentar beijá-la e fui plenamente recompensado porque Beatriz tinha um beijo maravilhoso bem molhado e nossas línguas se enroscaram cheios de volúpia e quando deslizei a mão pelo seu corpo, apertando seus seios grandes com os biquinhos duros ela não se importou e fui descendo a mão e fui enfiando pela fenda do vestido e em segundos meus dedos alisavam sua buceta por cima da calcinha e ela sem parar de me beijar sussurrou:

-hummm... to adorando te beijar... ahhh... pega na minha buceta... faz carinhos nela... to com tesão... me faz gozar com seus dedos... ahhhhh!

Rapidinho enfiei os dedos pelos lados da calcinha pegando na sua bucetinha peludinha toda molhada e passei a bolinar seu grelo bem saltado e teso... ela gemendo alto se contorcia no banco do carro... nem precisei pedir pra ela pegar no meu pinto porque ela já foi abrindo o zíper da calça tirando ele pra fora manipulando bem gostoso... ela deu um gemido mais forte gozando nos meus dedos espertos... eu sempre gozava rápido, mas como tinha me masturbado durante o banho antes de ir para o show consegui me segurar e foi então que Beatriz mostrou que era um putinha tarada porque se abaixando entre minhas pernas colocou meu pinto todo babado na boca e começou a chupar deliciosamente... foi a minha vez de me contorcer todo no banco e dando um gritinho contido gozei na boca quente da safada que não deixou uma gota escapar engolindo tudo.

Beatriz era uma garota de atitude e depois que nos acalmamos começamos a conversar sobre sexo e ela abriu o jogo dizendo que ainda era virgem na buceta porque tinha medo de engravidar, seu pai era um homem muito bravo, mas que adorava todo tipo de safadeza e já tinha feito gulosas em vários rapazes e já tinha dado o cuzinho também pra alguns e disse que da próxima vez que saíssemos iríamos pra um motel para ficarmos bem à vontade.

Depois de nosso primeiro encontro praticamente passamos a nos ver quase toda noite e a pegação era total, Beatriz era tarada demais e mesmo sendo virgem na buceta não se importava de me deixar esfregar meu pinto entre os lábios de sua bucetinha peluda, a safada só dizia que se eu estourasse seu cabaço teria que se casar com ela. A putinha adorava dar o cuzinho, mas o que fazia a tarada ter um gozo atrás do outro era chupar seu grelo grande e sempre inchado muito sensível. Beatriz toda safada gostava de sentar no meu rosto e toda sacana dizia:

-chupa minha buceta seu safadinho... só vou sair de cima do teu rosto depois que gozar um monte de vezes... senão fizer direitinho vou te afogar com minha buceta... vai morrer asfixiado pela buceta da tua namorada puta!

A puta tarada tinha uma boca gulosa também e engolia meu pinto de 13 cm inteirinho e ainda dava umas lambidas no meu saco com a ponta da língua me levando a loucura e quase sempre acabava gozando na sua garganta sedenta de porra quentinha.

Não demorou muito pra me apaixonar de vez por aquela garota e em uma noite no motel depois de uma festa onde tomamos algumas cervejas a mais não resisti e soquei minha rola na bucetinha virgem de Beatriz estourando seu cabacinho, saiu um monte de sangue, mas após um belo banho transamos de novo e a safada gozou gostoso dando a buceta e nem reclamou de perder a virgindade, porém deixou bem claro que iríamos nos casar.

Depois que tirei o cabaço da minha namorada putinha fiquei mais apaixonado ainda e resolvi me casar de vez com Beatriz e tudo foi muito rápido principalmente porque transando todo dia sem tomar anticoncepcional ela acabou engravidando rapidinho. Quando ela começou a fazer o pré-natal com o ginecologista descobrimos que ela estava grávida de gêmeos e tanto minha mãe quanto a família de Beatriz ficaram super felizes com a noticia.

Apesar de ter dois bebes dentro da barriga pela sua altura e seu corpo grande Beatriz demorou a se mostrar grávida e se tinha uma coisa que a tarada não perdia era o tesão, mesmo já perto de dar a luz a puta queria meter todo dia e lógico que eu tinha que dar conta porque a putinha toda sacana dizia:

-eu preciso gozar todo dia senão fico louca... nossa... será que depois que os bebes nascerem vou continuar tarada desse jeito... nossa... só penso em em pau socando na buceta, no cuzinho e na boca... acho que se o pau do meu maridinho safado fosse maior... acho que eu transaria menos vezes!

-sua putinha safada... vivia dizendo que se tirasse seu cabaço teria que casar... você sempre soube que meu pinto era pequeno... agora não adianta reclamar... já era sua tarada!

Bruno e Fabio nasceram saudáveis e de cara já deu pra perceber que puxaram a mãe porque em poucos meses cresceram bastante ficando bem maiores que outras crianças com o mesmo tempo de vida.

Outra coisa que também chamou bastante a atenção foi que os meninos não tinham puxado o pai no tamanho do pinto porque ambos tinham pintos bem crescidinhos e sacudos, as outras mães conhecidas da gente comentavam isso na base da brincadeira falando que nossos gêmeos iriam ser muito bem-dotados.

Minha esposa toda safada quando falava sobre as “virtudes sexuais” dos filhos dizia que quando eles tivesem com a idade de namorar ia ter uma fila de garotas na frente da nossa casa querendo dar pra eles e iria ensiná-los a socar a rola sem dó na buceta das putinhas taradas.

Beatriz era uma mulher vaidosa que sempre cuidou de seu corpão frequentando academia praticamente quase todo dia, nossos filhos tinham duas avós que adoravam ficar com eles e ela tinha tempo de sobra pra se manter sempre bela e principalmente bastante sensual porque quando era solteira ela já vivia mostrando suas longas pernas e seus seios enormes depois de casada suas roupas diminuíram consideravelmente de tamanho e quando íamos passar fins de semana nas chácaras de amigos onde sempre havia piscinas o tamanho de seus biquínis era diminutos e atoladinhos no rabo e ela sorrindo safada dizia que o que era bonito era pra ser mostrado.

Eu fingia que achava ruim toda aquela exposição, mas não ligava, adorava ter um mulherão como aquele desfilando do meu lado, com certeza todos os machos eram loucos pra pegar minha esposa gostosa e Beatriz toda safada dizia que se ela resolvesse dar a buceta pra todos os machos que a cantavam meus chifres seriam uma tremenda galhada e ela falava que não precisava se preocupar que se um dia ela resolvesse ser infiel não seria com nenhum dos meus “amigos da onça”!

Na verdade, tinha quase certeza que minha linda esposa tarada transava com outros machos constantemente porque de vez em quando percebia seu grelão bem inchado e também alguma mancha roxa na bunda e nas coxas e quando eu tocava no assunto ela sorrindo dizia que tinha batido em algum canto da mesa e como a pele era muito branca ficava marcada com facilidade.

Eu não acreditava nas desculpas esfarrapadas da safada, mas deixava pra la, ser corno de uma mulher maravilhosa não era uma coisa que esquentava minha cabeça, pior seria estar casado com uma baranga e sempre me lembrava da minha tia tarada gostosa trepando com meus amigos comigo assistindo e algumas vezes até imaginei isso acontecendo comigo e minha linda esposa.

Beatriz apesar de se mostrar completamente puta não abria o jogo sobre suas infidelidades, mas após 10 anos de casados ela bobeou e acabei dando um flagrante na safada.

Foi em uma festa em uma chácara em um sábado a tarde, todos bem alegres pela bebida, muita gente na piscina, calor forte e entre uma turma de homens rolava um jogo de caixeta debaixo de um quiosque grande e eu estava la participando quando sem querer vi ao longe perto da área de churrasqueira minha esposa conversando toda animada um mulato fortão que que de vez em quando participava dos nossos churrascos e percebi que estava rolando alguma safadeza porque ele saiu do local indo em direção ao pomar nos fundos da chácara e Beatriz depois de dar uma olhada em minha direção e ver que eu estava na roda de baralho saiu lentamente rebolando seu corpão dentro de um diminuto biquíni na mesma direção do mulato e já me liguei que poderia acontecer algo a mais e depois de dar um tempinho resolvi ir atrás dela.

Já era bem de tardezinha e o sol já estava se pondo e logo que cheguei ao pomar vislumbrei os vultos atrás de uns pés de carambolas carregados minha esposa e o mulato já se agarrando e se beijando com vontade.

Cheguei bem devagar sem fazer barulho e logo em seguida vi Beatriz de joelhos no chão mamando no pauzão do mulato e ele era realmente muito bem-dotado e todo tarado ele socava fundo na garganta dela e tirando pra fora batia com a cabeçona na sua língua e no rosto da puta dizendo:

-engole fundo sua cadela de rua... puta safada... vagabunda gostosa... quer meu pau né... gosta de pauzão né cadela... chupa cachorra!

Em segundos meu pinto já estava duro assistindo aquela cena e logo depois de dar umas mamadas a vadia virou de costas se segurando num galho da arvore e toda puta abaixou o biquíni e sussurrou:

-me fode... soca esse pintão na minha buceta seu safado gostoso... ahhh... adoro pauzão enorme socando na minha buceta... ahhh... preciso de pau de macho pra gozar gostoso... me fode... soca sem dó... tava louca pra dar pra voce cachorrão safado... come sua puta!

O mulato encaixou a cabeçona de sua rola enorme na entrada da buceta da minha esposa puta e cravou firme fazendo aquele mastro majestoso entrar tudo até o talo e todo macho já deu uns tapas na bunda da tarada dizendo:

-rebola sua cachorra... puta de rua... tesão... vou arregaçar essa bucetona gostosa... vagabunda... adoro foder puta casada... goza na picona do teu macho sua cadela... safada... ahhh... que bucetão gostoso!

Peguei no meu pau por cima do tecido da bermuda e gozei no ato assistindo aquela trepada, minha vocação pra corno era latente e Beatriz gemia e rebolava que nem uma louca naquele pintão cabeçudo que a fazia se sentir uma fêmea de verdade e mesmo tendo gozado um monte meu pinto continuava duro e o casal continuava fodendo sem parar até que dando uns gemidos mais altos eles gozaram também e bem devagar sai dali voltando para o jogo de baralho, mas antes fui ao banheiro me limpar, estava todo melecado de porra.

Quando chegamos em casa naquela noite só de lembrar de minha esposa puta dando pro mulato pauzudo meu pintinho ficou duro no ato e todo tarado quis comer a safada e ela com uma naturalidade incrivel já me jogou na cama como sempre fazia e foi sentando no meu rosto dizendo:

-chupa sua esposa puta... quero gozar com sua boca gostosa... chupa seu safado... ahhh... que delicia ser chupada assim!

Tentei fazer Beatriz contar sobre suas infidelidades, mas a puta não abria o jogo, na verdade acho que fazer safadezas escondido lhe dava muito mais prazer e tudo continuava do mesmo jeito e depois de quase 13 anos de casados o nosso casamento acabou, sem brigas e sem discussões, a safada conheceu um coroa dono de uma construtora muito rico de uma cidade vizinha e como de boba ela não tinha nada resolveu arrumar sua vida de vez.

Meus filhos então com 12 anos ficaram com ela e de vez em quando eles passavam alguns fins de semana comigo.

A vida seguia seu rumo e logo meus filhos se tornaram dois rapazes muito bonitos com um belo porte físico e olhando os safados no banho não havia como não reparar que a natureza genética da mãe tinha sido bem generosa com os gêmeos, além da beleza de rosto, altura e belos corpos ambos tinham dois paus enormes e bem grossos com sacos de bolas grandes entre as pernas e quando eles passavam os fins de semana em minha casa o telefone não parava de tocar e eram as garotas atrás deles e logo percebi que eles eram bem taradinhos como eu e a mãe deles, queriam pegar todas e as safadas davam em cima mesmo.

a segunda parte está nop link abaixo:

//salon-master.ru/justporno/perfil/150463

Skype: tete-cp1

GGGGGGGt17M

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/05/2019 17:03:31
Algum tempo atrás, eu fazia amor com minha esposa, porém era bem rápido, Ejaculava em minutos. Decidir realizar a fantasia dela. Foi um mau que veio para o bem, rsrs . A princípio fiquei cismado pq não envolvia somente realizar uma fantasia, mas era a minha esposa q estaria na parada. rsrs Pensei bem,,, e decidi i adiante. O cara escolhido era inteligente e tinha algo diferente, e eu precisava descobri. Com o tempo peguei intimidade e, um perguntei como ele deixava sua pica dura o tempo todo. Ele me respondeu dizendo que existia um método infalível. Me contou. Esse cara virou amigão nosso e me passou uma um material que mudou a minha vida definitivamente. Nunca mais eu tive problemas e dei um fim na ejaculação precoce. O segredo foi esse material aqui a baixo. Nunca mais você será o mesmo. Pode acreditar. http://bit.ly/ControleMasculino
23/04/2019 18:12:42
Ótimo conto cara
23/04/2019 01:18:06
Muito bom!!!
22/04/2019 21:13:19
Belo conto!
22/04/2019 14:49:29
Delicia de conto, minha esposa tb é bem putinha safada , confira nossas aventuras... Temos um blog para casais liberais: http://clubedosmaridoscornos.blogspot.com

Online porn video at mobile phone


MULHERES GOZANDO COM FORTES MODISCADAS NA ROLA DO CARA DE MUITO TESAOestupro esposa contos eroticosaceitei ser corno blogDois pastores fuderam contosamigos da morte na casa das águas passa agora pelada fodendocontos com comadre sexyxvideo dificil pra vc lukaO verdadeiro marido Corno . . . Simplemente adora lamber o clitoris da esposa . . . Enquanto o amante dela enche sua buceta de Porracuiadia de xortiu d dormi d regatapai louco. da chinelada na buceta da filha e abusa dela sexo pornodoidoporno surgido depois da conversa heteromagrinha chego trme na picaggfilho.come come.ame.em.galdo.comdormi.em.pornoconto de ranquei cocó do cu do novinho que chorou na minha pica grandexvidio consolo vinguemver video porno mae gts malhando em casa sem calcinha seu pai vercontos eroticos craqueiracontos sou casada e dei pra um garotovidio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulherFotos d cazada sendo fodida p roludoconto erótico de mendingonovinha. inchirida. porlado. dos. homeporno gay conto o plaboy e o traficante marrentoconto cracudo noiado gay contoa bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda rabotia negra cmsobrinho branco e prma no incestovideos de sexo louco e com pegada chupão, arranhãoContos eroticos ajudando o irmaox videos gay amigo me ensabuou por dentroprovoquei levei no cu contossor bucetilhas lindas gizandoxvideo arrombando o cuzinho preto nao pagou o aluguel levou rola no cufilha. acorda. sentindo apica do seu pai toda na. sua. bucetinha ..Gozada na buceta contoPaguei para deflorar a filha do caseiro conto eroticocontos eiroticos leilapornbobeou entrou gosouwww.casa dos contos erotico adultério emcasa.comLuciana meu pinguelo assadolevei minha mulher ao medico pausudo e ele comeu ela na minha frenteler contos eroticos menagenovinha nao greta o pau graden e choraContos eróticos procurando aventura no clube de campocontos eiroticos leilapornver vidioporno das secretaria mas bonitas de oculoConto flagante Tresxnovinha bonziadanegao.fincou.muito.rapido.o.pau.no.cu.da.morena.que.gritou.muito.belmiro caseiro caralhudocontoeroticonovinhosafadocontos pornos comadres morenanovinha deslumbrada com um casetaoconto siririca na despedida de solteirafimose filho tia mae contooros .pornovídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvirrapas novinho dando cu pro negao rola muito grossaAliviando os funcionarios contos eróticoscontos eroticos deve velhas sonhado sendo possuidas por negoescontos maesinha mw deu cuzinnhocache:wgwchbkIxZAJ:zdorovsreda.ru/texto/201609126 contos eiroticos leilapornFêmea se deliciando com dorso masculino conto erotico velha casada banca negao pirocudoContos de incesto mãe e filhomachostesudomulher fudeno na pisiçao doividio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulhercontos eroticos netasexo na fasenda so nas escondidas novinhas e seus tios xxvideobaixar vidios de menina virgens sendo descabasada chorandopiroquinha durinha contosmamada babentaMeninos batendo bogueti mundobichacavalo